Para onde ela foi por Gayle Forman

agosto 21, 2015 Filmes8

Sinopse: Para Onde Ela Foi – Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.

Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.

Resenha: Publicado pela Editora Novo Conceito, “Para onde ela foi” é uma história comovente, sensível e dolorosa de Mia e Adam. No livro “Se eu ficar”, Mia e sua família sofrem um terrível acidente de carro numa manhã gelada. Infelizmente, Mia é a única sobrevivente. Após vários dias no hospital, Mia recebe alta e se muda para a casa dos avós. Adam, seu namorado, acompanha toda o seu sofrimento, mas, não a abandona.

Mia, sofre em silêncio a perda que sofreu e resolve se afastar de todos. Assim, ela começa o curso de música na renomada escola Julliard, conversa com os seus avós pelo telefone e se afastou de Adam. Com o treinamento, Mia alcança o sucesso com grandes apresentações solo no seu violoncelo.

O livro é narrado pelo Adam que sofre em silêncio pelo afastamento da Mia. Ele se tornou uma pessoa fraca, deprimida, vive a base de remédios e tem síndrome do pânico. A sua banda de rock continua fazendo sucesso e esta no topo das paradas.

Um dia, no meio das suas crises, Adam resolve assistir a concerto e se depara com a Mia. Todo o amor que sente por ela vem a tona e ele a procura. Será que Mia vai dar uma segunda chance ao Adam? Será que eles vão conseguir ficar juntos? Ou o amor simplesmente acabou?

O livro possui uma ótima qualidade. A capa é muito bonita, mas, não tem o mesmo padrão do primeiro volume. A história é comovente, mas, não me senti confortável com o rumo dos personagens. O Adam se tornou uma pessoa fraca e com síndrome do pânico só porque levou um pé na bunda.. Ahhh…. me poupe!! Acorda pra vida! rs.. Senti a falta de personagens fortes e com pés no chão. Mas, ainda sim, vale a pena porque neste livro, todas as perguntas sem respostas do primeiro volume da série são apresentadas e solucionadas.

“Toda manhã quando eu acordo e digo a mim mesmo. É apenas um dia, um período de vinte e quatro horas para passar” (página 9).

“Meu corpo todo está tremendo. Estou surtando. Um dia pode ter apenas vinte e quatro horas, mas às vezes passar por um parece tão impossível quanto escalar o Everest” (página 27).

“Acabei percebendo que há uma grande diferença entre saber que algo aconteceu é saber por que aconteceu, e acreditar nisso. Porque quando ela cortou o contato, sim, eu sabia que havia acontecido. Mas levei um longo, longo tempo para acreditar. Em alguns dias, eu ainda não acredito” (página 98).

administrator